A jóia avaiana

Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C.

Saudações azurras.
O meia Luan Martins brilhou na vitória sobre o Ceilândia anotando dois gols.
Incorporado ao grupo principal desde agosto de 2017, o jogador de 17 anos viveu seus altos e baixos na Série A do último ano, aspecto que é muito natural por sua fase de maturação ainda evidente.

Luan já demonstrou que tem muito futebol para oferecer, é a joia que precisa ser lapidada para que no futuro dê frutos. 
Acredito que o melhor posicionamento seja na faixa central do meio de campo, usando o drible para criar as jogadas e fazer o arremate, como aconteceu nesta última quarta-feira.

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

CDB – Ceilândia x Avaí

Arte: Vinicius

Saudações azurras.
Hoje é a estreia do Avaí na Copa do Brasil, aliás todo cuidado é pouco para não ser surpreendido, devido ao jogo único, não podemos sentar em cima da vantagem (empate). Então é ganhar ou ganhar hoje.

Ficha técnica:
Ceilândia: Wendell, Dudu Lopes, Cocada, Cauê e Elivelto; Didão, Émerson Martins, Adriano e Gago; Formiga e Vavá.
Avaí: Maurício, Guga (ou Aírton), Alemão, Betão e João Paulo: Judson, André Moritz e Marquinhos; Maurinho, Alejandro Martinnuncio (ou João Paulo Lourenço) e Getúlio (ou Rômulo).

Vai pra cima deles, Leãoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Arbitragem para Ceilândia x Avaí

Arte: Guto Delfino

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento – AL
Assistente nº 1: Pedro Jorge Santos de Araujo – AL
Assistente nº 2: Wagner José da Silva – AL
4º árbitro: Luiz Paulo da Silva Aniceto – DF

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Treino do esconde-esconde

Arte: Guto Delfino

Saudações azurras. 
Com o consentimento da diretoria, o técnico Claudinei fechou o último treinamento antes de enfrentar o Ceilândia no Distrito Federal. 
A medida visa preservar os detalhes do posicionamento do time titular que a comissão técnica quer para este jogo decisivo.
Segundo o repórter da Rádio Guarujá Eduardo Fernandes, o time deve ser Maurício, Guga (ou Aírton), Alemão, Betão e João Paulo: Judson, André Moritz e Marquinhos; Maurinho, Alejandro Martinnuncio (ou João Paulo Lourenço) e Getúlio (ou Rômulo).
Pra mim, mexeria em poucas posições, mantendo a base da equipe que venceu o Criciúma, claro com a presença de Marquinhos, para combinar com Martinnuncio para criar as jogadas. A grande alternativa seria colocar o gringo perto do gol para efetuar o arremate.

 

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Todos os direitos reservados © 2018. | Blog do Guto - Desenvolvido por R Comunicação.