Conselho reúne nesta quarta

Arte: Guto Delfino

Saudações azurras.

“O Presidente do Conselho Deliberativo do Avaí Futebol Clube, no uso de suas atribuições e na forma do inciso I do artigo 41, do inciso I dos artigos 90 e 91 do Estatuto, convoca os membros do Conselho Deliberativo para a Reunião Extraordinária no dia 7 do mês de novembro de 2018, às 19 horas, em primeira convocação, com a presença da maioria simples dos Conselheiros com direito a voto e, em segunda convocação, às 19 horas e 30 minutos, com qualquer número de Conselheiros presentes, em sua sede, no Estádio da Ressacada, para deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia:

1. Leitura, análise e aprovação da Ata da Reunião Anterior;
2. Apreciação e deliberação sobre a proposta do Regimento Interno do Conselho;
3. Assuntos Gerais;”

Fonte: Site Oficial do Avaí F.C.

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

2 x 2: Deu nos nervos

Saudações azurras. 
O Avaí esteve por duas oportunidades na frente do placar, mas o jogo acabou empatado por 2 x 2.
Essa partida deu nos nervos, digo isso porque o Avaí teve todas as possibilidades de conseguir um belo placar jogando em Goiânia. Fez um primeiro tempo primoroso sob todos os aspectos, criou nada menos do que quatro oportunidades claras de gol, mas só Rodrigão teve a felicidade de fazer o gol, coisa que Renato e Pedro Castro não tiveram. Sem brincadeira nenhuma, o placar moral era para ser 0 x 4 a favor do Avaí, de tanta objetividade que a equipe estava jogando. 
Veio o segundo tempo e a pergunta que fica: será que a equipe visitante voltou mesmo do vestiário? Quero saber porque recuamos tanto em um jogo que estávamos muito bem no jogo? Geninho colocou o volante Luan no lugar de Judson, jogador que só faz falta, por que? Sofremos o empate, mas pouco tempo depois Renato voltou a colocar o Leão na frente.
A acomodação não faz parte do meu vocabulário, me recuso a falar, mas foi o expediente que o Avaí usou para ganhar, até teve chance com Renato, porém ficar acomodado em um jogo que dá para ganhar não tem como, corre o risco de sofrer o empate. Dito e feito. Luan Martins fez pênalti infantil e convertido pelo Dragão.
Esse empate deu nos nervos em qualquer torcedor avaiano, a nossa cabeça está cheia e infelizmente perdemos mais dois pontos!

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Série B – Atlético-GO x Avaí

Arte: Vinicius

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Arbitragem para Atlético-GO x Avaí

Arte: Guto Delfino

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho – SP
Assistente nº 1: Daniel Luis Marques – SP
Assistente nº 2: Daniel Paulo Ziolli – SP
4º árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes – GO

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

TDO #33

Arte: Vinicius

Saudações azurras. 
O Atlético Clube Goianense é o nosso assunto da Coluna desta terça-feira. 
O Dragão Rubro-negro está na sétima colocação do Campeonato Brasileiro da Série B, com 51 pontos conquistados, sendo que possui uma campanha de catorze vitórias, nove empates e onze derrotas. O aproveitamento é de 50%.
O técnico Wagner Lopes não pode contar com o volante Fernandes, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o atacante Júlio César retorna após cumprir suspensão automática.
Visando dar uma última esperança em busca do acesso, o treinador usará o sistema 4-2-3-1 com Kléver, Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Jonathan; Pedro Bambu, Rômulo e João Paulo; Júlio César, Thiago Santos e Renato Kayzer. 
É um time de muita mobilidade, o seu ponto forte está nas laterais com os pontas Júlio César e Renato Kayzer usando a velocidade para penetrar na zaga adversária. Destaco também o poder de criatividade do meia João Paulo, que comanda todas as jogadas ofensivas do Atlético. 
Por outro lado, o lado esquerdo com Jonathan é o seu ponto fraco, com falhas de posicionamento, setor que o Avaí pode aproveitar com a dobradinha Guga e Renato.

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Todos os direitos reservados © 2018. | Blog do Guto - Desenvolvido por R Comunicação.