Coluna n° 36

Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C  

Arte: Guto Delfino

Saudações azurras. 

“Não Desistiremos!
Olá amigos do Blog do Guto e do Portal da Ilha. Mais uma partida do Avaí, pela décima segunda rodada do Brasileirão da Série A. E como sempre, comentaremos aqui a respeito da partida.
A perspectiva a respeito da partida, pelo torcedor avaiano, não era das melhores. Por alguns motivos: a campanha ruim do Avaí na competição, nenhuma vitória, o Santos embalado, sem perder em casa na temporada, tentando chegar à liderança do campeonato.
O time azurra entrou em campo com algumas alterações, em relação ao último jogo, em função de como o Santos iria atuar. Valentim optou por time mais rápido, para chegar ao gol do goleiro Evérson.
O que se viu foi um bom primeiro tempo da equipe, embora tomando dois gols, saiu para o jogo, criando alternativas em cima do Santos, que colocou as suas linhas bem altas, para pressionar a saída de bola avaiana.
O Santos, usando a força da Vila Belmiro lotada, saiu pra cima do Avaí, pressionando a saída, marcando perto da área avaiana. Já o Avaí, quando conseguia sair dessa marcação, chegava bem ao ataque, criando várias oportunidades.
O time da casa abriu o marcador, depois de jogada pelo lado esquerdo, onde Soteldo deu muito trabalho para o lateral direito Léo. A bola foi alçada na área e a zaga rebateu para o lado e parou no jogador santista Derliz González, que bateu rasteiro, no canto do Frigeri.
O Leão da Ilha não saiu do seu planejamento, continuando a fazer as suas jogadas, resguardando o setor defensivo. E chegou ao empate, em jogada rápida, pela direita de ataque, e saiu o cruzamento rasteiro para a área, Bruno Sávio fez o corta-luz e a bola chegou até João Paulo, que bateu rasteiro, colocado.
Mas não deu muito tempo nem para comemorar e o time da casa voltou a ficar a frente no placar, após bela jogada de Soteldo, que passou por três jogadores e cruzou para Carlos Sanchez, sozinho, que cabeceou tranquilamente para o gol.
O segundo tempo continuou parecido com o primeiro, com os dois times tendo oportunidades. O Santos tendo mais chances, pois o Avaí tinha que sair mais, pois estava atrás no placar. O terceiro gol santista veio, aos 32 minutos, após jogada do lateral esquerdo Jorge, que fez lançamento para Felipe Jonatan, que se desvencilhou do Betão e tentou o cruzamento, mas a bola resvalou no jogador avaiano e caiu dentro do gol do goleiro Lucas Frigeri.
O jogo seguiu com oportunidades desperdiçadas por ambas as equipes, até o final.
Embora tenha acontecido a derrota, o time se comportou bem, taticamente falando, criando chances. Aí apareceu o que o torcedor tem visto. A escolha na definição do penúltimo passe e uma melhor conclusão a gol. A campanha ruim tira um pouco da confiança do jogador em definir as jogadas com mais tranqüilidade.
Agora é olhar para a próxima rodada, onde o Avaí enfrentará o Botafogo, no domingo, ás 19 horas, no Aderbal Ramos da Silva.
Um abraço a todos!

FICHA-TÉCNICA

Jogo: Santos x Avaí
Competição: Campeonato Brasileiro Série A
Data: 28/07/2019 – Hora: 16h
Estádio: Vila Belmiro – Local: Santos-SP
Árbitro: Wagner Reway – PB (FIFA)
Assistente1: Fábio Pereira – TO (CBF)
Assistente2: Ivan Carlos Bohn – PR (CBF)
Quarto Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva – SP (CBF)
Analista de Campo: Luiz Vanderlei Martinucho – SP (CBF)
Árbitro de Vídeo: Adriano Milczvski – PR (CBF)
Assistente de Vídeo1: José Mendonça da Silva Junior – PR (CBF)
Assistente de Vídeo2: Oberto da Silva Santos – PB (CBF)
Observador Var: Nilson de Souza Menção – BR (CBF)

ESCALAÇÕES:
SANTOS:
Éverson; Victor Ferraz, Aguilar, Gustavo Henrique, Jorge; Alison (Felipe Jonatan), Diego Pituca, Carlos Sánchez; Derlis González, Eduardo Sasha e Soteldo (Marinho).
Técnico: Jorge Sampaoli.
AVAÍ:
Lucas Frigeri; Léo, Betão, Marquinhos Silva e Igor Fernandes (Julinho); Pedro Castro, Richard Franco e João Paulo; Gustavo Ferrareis (Caio Paulista), Bruno Sávio (Gegê) e Lourenço.
Técnico: Alberto Valentim.

CARTÕES
Amarelos: Jorge Sampaoli, Alisson, Uribe (SANTOS) | Léo (AVAÍ)
Vermelhos: Nenhum

GOLS: Derlis Gonzáles (8’1T-SANTOS), João Paulo (27’1T – AVAÍ), Carlos Sanchés (32’1T-SANTOS), Felipe Jonatan (32’2T-SANTOS)”

Texto de Renatinho Pires. 

TAGS:
CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Got Something To Say:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados © 2019. | Blog do Guto - Desenvolvido por R Comunicação.