Coluna está de volta

Arte: Guto Delfino

Saudações azurras. 

“Voltou a Rolar a Bola
Olá amigos do Blog do Guto, estamos de volta, após a parada da Copa América, ganha pelo Brasil e os campeonatos pelo Brasil afora retornaram.
No nosso caso, é série A e o jogo entre Fortaleza e Avaí, lá no Nordeste brasileiro. O Avaí com um técnico novo (Alberto Valentim) após a saída de Geninho. E uma inter temporada em Águas Mornas, onde Valentim pode colocar um pouco do seu esquema de jogo e quais jogadores preenchem as características que ele mais gosta.
O time veio com algumas novidades, falando de contratações. Gustavo Ferrareis no time titular, Richard Franco como opção, a estréia do lateral direito Léo e esperando o Bruno Sávio.
Para o jogo contra o Fortaleza, Valentim optou por um time com mais qualidade na posse de bola: Vladimir, Léo, Betão, Luanderson e Igor Fernandes; Pedro Castro, Julinho; Ferrareis, Douglas e Lourenço; Brenner.
O time começou o jogo fazendo marcação alta, diferenciando do esquema que o Geninho utilizava, tentando roubar a bola perto do gol adversário. Mas esse tipo de esquema pressupõe ter um preparo físico impecável e os setores bem concatenados, para diminuir os espaços e a marcação ser mais alta. Obviamente precisa demais treinamentos para aperfeiçoar e saber dos riscos. Mas acredito que, na série A, sem arriscar alguma coisa, dificilmente consegue se manter. Esse foi o objetivo.
De certa forma, pegou um pouco o Fortaleza de surpresa. E o time criou algumas oportunidades de abrir o placar. O Avaí tinha mais posse de bola, mas sem conseguir definir com maior qualidade. E o Fortaleza se moldou ao contra ataque, com um time de saída rápida.
Quase no fim do primeiro tempo, aconteceu o gol de abertura no placar. Uma jogada pelo lado esquerdo de ataque do time da casa, a bola chega até Wellington Paulista, que aproveitou a oportunidade e definiu para o fundo das redes. Um duro golpe para o bom jogo que o Avaí fazia, até o momento.
O segundo tempo começou com o time azurra fazendo uma alteração. A entrada de Caio Paulista para a saída de Léo, voltando Lourenço para a lateral direita.
O Leão da Ilha seguia tentando criar oportunidades de chegar ao empate e o Fortaleza com a saída nas costas dos laterais avaianos, que subiam.
Boas chances criadas por Ferrareis, Lourenço, Brenner, mas sendo concluídas para fora ou a defesa do goleiro do Fortaleza. Aos 21 minutos do segundo tempo veio o gol que daria cifras definitivas ao placar. Novamente uma jogada pelo esquerdo ofensivo, Romarinho cruza a bola para Wellington Paulista, de novo colocar no gol avaiano.
O Avaí seguiu tentando criar chances, mas esbarrando na definição. Até fez um gol no finalzinho, com Brenner, anulado pelo árbitro.
Douglas, em minha opinião, foi o melhor jogador avaiano nesse jogo. Ferrareis também foi bem. O time demonstrou alguma mudança, isso foi evidente. Mas continuou a errar nas chances criadas.
O torcedor esperava um resultado melhor, em função da posição na tabela. E ele não veio, deixando o time ainda no último lugar e vendo os adversários se afastarem.
Agora não tem jeito. Tem que ser final de campeonato, a partir de agora. Começar a decidir contra o Goiás, no próximo domingo, onde a vitória será fundamental para essa mudança de comportamento e o retorno da confiança.
Um abraço a todos!”

Texto de Renatinho Pires. 

TAGS:
CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Got Something To Say:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados © 2019. | Blog do Guto - Desenvolvido por R Comunicação.