Coluna 32

Arte: Guto Delfino

Foto: André Palma Ribeiro

Saudações azurras. 

Um Zero a Zero Justo

Olá amigos do Blog do Guto. Estamos de novo na área, para falar sobre o jogo entre Avaí e São Paulo, partida válida pela oitava rodada da Série A 2019. Uma partida onde o torcedor avaiano e são paulino foram ao estádio desconfiados das suas equipes, pela campanha (o do Avaí) e a forma de atuar (do são paulino).
Conforme à hora do jogo ia chegando, não parecia que teríamos, ao final do jogo, mais de oito mil pessoas, como público total. Mas, faltando dez minutos para o pontapé inicial, víamos lá da cabine 17, da Rádio Avaí, uma grande fila, dos torcedores querendo chegar ao Aderbal Ramos da Silva.
O primeiro tempo de jogo teve o São Paulo com maior posse de bola, mas sem incomodar o goleiro Vladimir. O time paulista tentava as jogadas em cima do Alexandre Pato, que voltava para tentar armar e tabelar pelo centro do campo e os atacantes de lado aparecerem, fechando pela direita ou esquerda. Sem sucesso, pois o posicionamento defensivo do Avaí estava muito bem alertado do que poderia acontecer.
No lado azurra, o time sabia o que o São Paulo iria tentar e conseguiu cortar todas as jogadas. Também tentava sair em contra ataques rápidos, principalmente com Caio Paulista, que era a válvula de escape. Brenner tentando segurar os zagueiros, para abrir espaços para João Paulo, pelo meio.
Quase nada de oportunidades para ambas as equipes no primeiro tempo. Os goleiros mal sujaram os uniformes. Tivemos um chute e Getúlio, no lado avaiano e pelo lado do São Paulo, uma cabeçada de Alexandre Pato, para fora.
O segundo tempo foi um pouco mais movimentado, com os visitantes continuando a ter a posse de bola, mas criando poucas oportunidades. Vladimir trabalhou num lance de cabeça de Bruno Alves e um chute de Reinaldo, quase sem ângulo, onde colocou a bola para a linha de fundo. O Avaí tentava, mas sem conseguir chegar ao gol de Tiago Volpi com chance clara de gol. Os treinadores tentaram mudar, fazendo as alterações, que não surtiram o efeito desejado.
Pior para o Avaí, que chegou aos quatro pontos na competição e perdendo mais oportunidade de vencer dentro de casa. Já a torcida do São Paulo, ao final da partida, vaiou muito a equipe, mesmo com uma campanha de regular para boa, mas mostrando um futebol que não agrada.
Agora o Leão da Ilha irá até o Allianz Park, enfrentar o líder da competição e invicto no Campeonato Brasileiro há trinta e uma rodadas, juntando o ano passado e esse ano. Um confronto casca grossa, onde a perspectiva não era muito promissora. Um grande desafio ao elenco azurra, para se superar e trazer um resultado positivo lá de São Paulo. Que seria inesperado para o torcedor avaiano e palestrino. Será a última rodada antes da parada para a Copa América, que iniciará na sexta-feira, com a estréia do Brasil, no Morumbi.
Um abraço a todos!

FICHA TÉCNICA

Jogo: Avaí 0x0 São Paulo-SP
Competição: Campeonato Brasileiro Série A
Data: 08/06/2019 – Hora: 21h
Estádio: Ressacada – Local: Florianópolis-SC

ÁRBITROS DA PARTIDA
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira-AB-RN
Árbitro Assistente 1: Alessandro Alvaro Rocha de Matos-FIFA-BA
Árbitro Assistente 2: Jean Marcio dos Santos-AB-RN
Quarto Árbitro: Edson da Silva-CD-SC
Analista de Campo: Cantucho João Setúbal-CBF-SC
Árbitro de Vídeo: Pathrice Wallace Corrêa Maia-AB-RJ
Assistente de Árbitro de Vídeo 1: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro-AB-RN
Assistente de Árbitro de Vídeo 2: Flavio Gomes Barroca-AB-RN
Supervisor de Protocolo: Antonio Pereira da Silva-CBF-GO

PÚBLICO E RENDA
VENDA DE INGRESSOS: 3.273
RENDA DOS INGRESSOS: R$ 244.230,00
TOTAL DE SÓCIOS: 4.158
RENDA SÓCIOS: R$ 83.160,00
PÚBLICO NÃO PAGANTE: 254
CRIANÇAS: 399
PÚBLICO TOTAL: 8.084
RENDA TOTAL: R$ 327.390,00

ESCALAÇÃO DO AVAÍ
Vladimir; Lourenço, Betão, Kunde e Igor Fernandes; Ricardo (Luan Pereira), Pedro Castro e João Paulo; Getúlio, Brenner (Daniel Amorim) e Caio Paulista (Brizuela)
TÉCNICO: Geninho

ESCALAÇÃO DO SÃO PAULO
Tiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Everton (Marcos Calazans); Vitor Bueno (Igor Gomes), Alexandre Pato e Toró (Everton Felipe)
TÉCNICO: Cuca
CARTÕES AMARELOS

AVAÍ: Ricardo, Betão, Brenner, Luan Pereira e Igor Fernandes
SÃO PAULO: Tchê Tchê e Toró.”

Texto de Renatinho Pires.

TAGS:
CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Got Something To Say:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados © 2019. | Blog do Guto - Desenvolvido por R Comunicação.