1 (4) x 1 (2): O melhor venceu

Fotos: Rute Delfino

Saudações azurras.
Depois de seis anos sem ganhar o Campeonato Catarinense, o Avaí conquistou o 17° título estadual nos pênaltis após empatar com a Chapecoense por 1 x 1.
O público de 15 mil e 800 torcedores que estavam na Ressacada viu uma final entre o Avaí e a Chapecoense muito morna, principalmente no primeiro tempo, em que prevaleceu a marcação do meio de campo das duas equipes. O Avaí, apesar de estar com o posicionamento de meio mais criativo tendo Gegê na articulação, não conseguia penetrar na área em busca de conclusão das jogadas e a Chape se posicionou para o contra-ataque e conseguiu abrir o placar em um vacilo de marcação que não pode acontecer, justamente na parte central do campo.
Atrás do placar, o comandante Geninho veio com mudanças, tirou Jonny Mosquera e colocou André Moritz, mudança bem sucedida, mas o ponto principal foi a entrada do meia Luan, jovem com alto potencial, porém no Estadual teve uma participação muito discreta, no entanto o futebol prega umas reviravoltas. 
Hoje (domingo) ele entrou muito bem, participativo, criou boas jogadas e teve um papel fundamental na reviravolta, iniciou a jogada que culminou no empate marcado pelo lateral direito Alex Silva .
O Avaí quase virou o placar com Jones Carioca, que tinha entrado no segundo tempo no lugar de Gegê, mas não deu outra, a final do Campeonato Catarinense seria decidida nos pênaltis.
Antes de falar dos pênaltis, quero mencionar a partida bisonha comandada pelo árbitro Bráulio da Silva Machado, conduziu muito mal a partida dando faltas inexistentes ao longo do jogo, prejudicando o andamento do tal.
E nos pênaltis, o Avaí marcou quatro gols e Wladimir defendeu uma, a Chapecoense desperdiçou a outra, ajudando o Leão a conquistar o título e mereceu por tudo o que fez no Estadual. 

TAGS:
CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Got Something To Say:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados © 2019. | Blog do Guto - Desenvolvido por R Comunicação.