3 x 1: Era pra ser mais

Foto: Marcos Delfino

Saudações azurras.
Mesmo com todas as dificuldades por conta da falta de combustível, o público de três mil torcedores veio para a Ressacada e empurrou o Avaí rumo a vitória contra o Paysandu por 3 x 1.
Considero que o Avaí teve um domínio acentuado no primeiro tempo em que produziu quatro oportunidades claras de gol (duas com Renato), que o camisa 19 avaiano não concluiu muito bem no lance, deixando a impressão de que queria servir. Além disso,  o esquema com André Moritz funcionou bem, municiou o ataque, deu alternativas nas laterais. Sobretudo, o lance do primeiro gol avaiano surgiu de uma patacoada da defesa paraense que Rodrigão aproveitou.
Na segunda etapa, o Avaí se perdeu um pouco por conta da saída do lesionado Judson, mesmo assim fez o gol de falta com Guga. Depois disso, o Paysandu tomou o gosto pela partida e em um lance pretensioso, o juiz marcou um pênalti ridículo contra Aranha, foi apenas se defender e sequer tocou na perna do jogador. Paysandu descontou.
Quase no final do jogo, Rômulo aproveitou de uma nova bobeada da defesa adversária para finalizar o placar.

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Série B – Avaí x Paysandu

Arte: Vinicius

 

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Arbitragem para Avaí x Paysandu

Arte: Guto Delfino

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho – SP
Assistente nº 1: Rogério Pablos Zanardo – SP
Assistente nº 2: Daniel Luis Marques – SP
4º árbitro: Richard Werner Floter – SC

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Atenção ao Trânsito

Arte: Guto Delfino

Saudações azurras.
Confira os horários da liberação das pistas para o jogo entre o Avaí e o Paysandu:

Sentido único: Centro – Estádio da Ressacada
Das 17h50 as 18h10
Das 18h30 as 18h50
Das 19h00 as 19h15

Sentido único: Estádio da Ressacada – Centro
Das 21h15 as 21h40
Das 22h30 as 22h50
Das 23h00 as 23h20

Fonte: Site Oficial do Avaí

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Coluna TDO #6

Arte: Vinicius

Saudações azurras.
No dia do jogo entre Avaí e Paysandu, a Coluna traz um panorama sobre o Paysandu Sport Club.
Conhecido como Papão da Curuzu, o clube de 104 anos de fundação localizado em Belém do Pará, na porção norte do Brasil,  está na quinta posição do Campeonato Brasileiro da Série B, com doze pontos, sendo que possui uma campanha invicta de três vitórias e três empates, totalizando um aproveitamento de 66%.
Para o confronto marcado para às 19h15 desta sexta-feira, o técnico Dado Cavalcanti não poderá contar com o zagueiro Pereima e o meia Pedro Carmona, ambos com desconforto na coxa. Por outro lado, Dado tem as voltas dos alas Matheus Silva e Matheus Muller.
O treinador Dado monta a sua equipe na formação 3-4-3 com Renan Rocha; Diego Ivo, Douglas Mendes e Edimar; Matheus Silva, Cáceres, Nando Carandina e Carlinhos (ou Mateus Müller); Thomaz, Mike e Cassiano.
É uma equipe de toques rápidos que busca muito as jogadas pelo lado de campo com dobradinhas ofensivas para criar jogadas, estratégia parecida ao Avaí. Os volantes paraenses tem boa saída de bola deixando livres os pontas para criar oportunidades de gol. 
Como ponto fraco, destaco as jogadas nas costas do zagueiro ex-Avaí Diego Ivo que não tem boa reposição. 

CURTA / COMPARTILHE / COMENTE

Todos os direitos reservados © 2018. | Blog do Guto - Desenvolvido por R Comunicação.